Maria Laet
TRABALHOS
EXPOSICOES
BIOGRAFIA
IMPRENSA

A obra de Maria Laet (Rio de Janeiro, 1982) é informada pelas acções e resulta de gestos subtis e intervenções que provêm da sua prática multidisciplinar. Os suportes utilizados servem de condutas e plataformas para os processos de Laet, que transmitem as suas intenções e revelam o acto como um arquivo. Há uma fragilidade evocada nas suas obras, frequentemente captadas numa palete de preto e branco, que, por sua vez, acentua as peças aparentemente minimalistas. Assim, os trabalhos resultantes exigem a consideração sobre a materialidade e imaterialidade dos mesmos. Laet realizou os seus estudos na PIESP, São Paulo 2011-2012; obteve o seu MA em Theory and Practice of Transnational Art na Camberwell College of Art and Design, Londres, Reino Unido. Participou em residências na Carpe Diem Arte e Pesquisa, Lisboa, Portugal 2010 e em Schloß Balmoral, Bad Ems, Alemanha. Exposições destacadas incluem a próxima Bienal de São Paulo (São Paulo, Brasil, 2018); Musée Régional d'Art Contemporain Occitanie/Pyrénées-Méditerranée (França, 2017); LAXART (Los Angeles, 2017); Museum of Fine Arts (MSK) (Bélgica, 2015); From the Margin to the Edge: Brazilian Art and Design in the 21st century, Somerset House (Londres, Reino Unido, 2012); 18th Biennale of Sydney: all our relations, Art Gallery NSW and MCA (Sidney, Austrália, 2012); O lugar da linha, Museu de Arte Contemporânea ( Niterói, Brasil, 2010); Coleção Gilberto Chateaubriand, Museu de Arte Moderna (Rio de Janeiro, Brasil 2007); entre outras. As suas obras fazem parte de colecções como MAM, Gilberto Chateaubriand Rio de Janeiro; MAC Niterói; FRAC Lorraine, França; MSK, Museum of Fine Arts, Ghent, Bélgica; Cisneros Collection, Patricia Phelps de Cisneros, NY; AGI Verona Collection, Itália; e MoMA, NY.

CV